Fundado em 20 de Outubro de 2008, na cidade de Vila Velha-ES, somos um grupo de amigos/protetores dos animais, que os amam de forma incondicional e, nos preocupamos com a preservação de suas vidas.


Sem fins lucrativos, trabalhamos voluntariamente na elaboração de eventos beneficentes e na sensibilização do ser humano em prol dos animais.

Não possuímos abrigo, nem fazemos resgates, apenas apoiamos e divulgamos protetores independetes e entidades voltadas para essa questão.



quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

ABANDONO: Animais estão trancados há cerca de 15 dias em uma clínica veterinária desativada

Animais estão trancados em clínica

31/012009
Pelo menos nove cachorros e quatro gatos estão trancados há cerca de 15 dias em uma clínica veterinária desativada no Parque das Nações, em Santo André.
Moradores contam que o dono do estabelecimento se mudou e deixou para trás os bichos, alguns de raça como collie, yorkshire e persa.
Comida e água entram de forma esparsa na residência, pois o veterinário aparece poucas vezes na semana para deixar um punhado de ração, contam os vizinhos. O Diário esteve na casa abandonada ontem à tarde e as vasilhas de comida e água dos animais estavam vazias.
Cinco dos cães estão trancados em um canil do lado de fora da casa, um deles em uma baia, isolado dos demais. Outro permanecia num canil improvisado em um das entradas da casa e o restante, dentro da antiga clínica.
Como agravante, os gatos, adultos e filhotes, além de trancafiados, estavam presos em pequenas gaiolas de não mais que 30 centímetros por 20 centímetros no canto de um dos cômodos.
Os vizinhos desconfiam de que o dono da clínica exerça falsamente a função de médico veterinário. "Uma vez levei meu gato para ele tratar de um ferimento no rabo e ele disse que não podia cuidar porque não era veterinário", conta Maria Ramirez, vizinhas da clínica.
O homem era conhecido na vizinhança apenas como Durbal. O telefone afixado na porta da clínica, que não tem nome, não existe. Até a noite de ontem, Defesa Civil, Centro de Zoonoses e Vigilância Sanitária, que haviam sido notificadas sobre a situação de abandono pelos vizinhos e pela reportagem, não tomou nenhuma providência.

Nenhum comentário: