Fundado em 20 de Outubro de 2008, na cidade de Vila Velha-ES, somos um grupo de amigos/protetores dos animais, que os amam de forma incondicional e, nos preocupamos com a preservação de suas vidas.


Sem fins lucrativos, trabalhamos voluntariamente na elaboração de eventos beneficentes e na sensibilização do ser humano em prol dos animais.

Não possuímos abrigo, nem fazemos resgates, apenas apoiamos e divulgamos protetores independetes e entidades voltadas para essa questão.



quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

E a culpa é de quem?

(Efeitos da poluição: tartaruga deformada por aro de plástico)

por: Douglas Fittarelli | Maio 24, 2008

Em primeiro lugar gostaria de agradecer a todos que comentaram na coluna anterior, gostei muito de ler as idéias e argumentos de cada um. Fiquei um tempão sem escrever, mas agora, consegui arranjar um tempo pra discutir um problema que eu considero muito sério, que vem acabando com a paisagem marinha no oceano pacífico e que definitivamente atingiu toda a cadeia alimentar.

Recentemente foram descobertos minúsculos pedacinhos de plástico, mal visíveis a olho nú, girando na água, e os pesquisadores que analisaram, chegaram a conclusão de que a quantidade de plástico na área do mar era 6 vezes maior do que a de plânctons. Então pensem comigo: As criaturas que se alimentam de plânctons, facilmente confundem essas partículas plásticas com os alimentos que procuram e, uma vez dentro do peixe, adivinhem onde elas vão parar? Na nossa mesa. Se duvidam do que eu estou falando pra vocês, experimentem fazer um exame de sangue, garanto que encontrarão uma quantidade surpreendente de substâncias químicas, que a 30 anos atrás não se tinha conhecimento.

E a culpa é de quem? Toda nossa. Pra vocês terem uma idéia, fizeram uma dissecação em um salmão e encontraram mais de 1.500 partículas minúsculas de plástico, dá para acreditar nisso? E até 2010 a previsão é que esse problema dobre.

Quanto mais invisível a poluição, maior a probabilidade de que ela acabe dentro de nós.

E não é só a poluição invisível que atinge a paisagem, milhares de toneladas de lixo como sacolas plásticas de supermercados, cadeiras e mesas plásticas, etc... são descarregados todos os dias, não precisamos mais nem ir ao supermercado, tudo o que precisamos se encontra boiando no oceano.

Por isso que na minha opinião o filme "Náufrago" é uma grande piada, durante os anos que Tom Hanks permaneceu na ilha, poderia ter construído uma cidade inteira com o lixo levado pela maré até a praia.

Então, diante de tudo isso o que eu quero dizer pra vocês é que nenhum dos problemas relativos ao plástico pode ser resolvido da noite para o dia, mas, quanto mais aprendemos sobre o assunto, maior a probabilidade de que mais cedo ou mais tarde, a consciência triunfará sobre a conveniência.


Nenhum comentário: